Guilherme Ribeiro

Not just another WordPress.com weblog

Posts Tagged ‘Michael Jackson

O MPM¹ de MJ

with one comment

2009-07-05 MJ

Morre um dos – senão o maior dos – maiores ídolos pop, Michael Jackson.

A morte por parada cardíaca, cuja causa ainda é desconhecida, deu-se na penúltima 5ª feira, 25/06, às 18h26, horário de Brasília.

E pipocaram homenagens na internet [Madonna, Amazon, SonyBMG, etc…] e na TV, e bombam as músicas nas rádios, e esgotam-se os CD’s das prateleiras, também o fazem os livros. Sem contar nos recordes de download ilegal de seus álbuns…

Até aqui todo mundo sabe, todo mundo viu. Certo?

Mas e se – adoro “e se’s” – ele estiver vivo? Já pensaram no tamanho da jogada de marketing – e da loucura?

Com base nos fatos recentes, não acredito ser um verdadeiro absurdo sequer formular esta hipótese – que, diga-se de passagem, surgiu numa mesa de bar, é claro -, mesmo que um tanto alucinada.

Pense só, se amanhã, 2ª feira, a AEG, empresa organizadora da turnê “This Is It”, composta de 50 shows cujo início estava programado para o dia 08 ou 13 de julho [achei essa disparidade de informações na rede] solta um comunicado pedindo a todos que haviam comprado ingressos para o show que marcaria a grande volta de Michael que compareçam a O2 Arena para um tributo ao ídolo pop.

Madonna subiria ao palco e levaria o público ao delírio. Justin Timberlake arriscaria os passos daquele que considera “um gênio, o maior embaixador não só da música POP, mas de toda música”. Beyoncé também estaria presente… E de repente, do meio do palco, surge num elevador em meio à fumaça e jogos de luzes, ele, como uma fênix, renascido das cinzas: MICHAEL JACKSON!

Você deve estar rindo, eu sei. Mas pare e pense. Isso é realmente impossível? O velório ainda não aconteceu… Quantas pessoas viram o corpo dele? Não é tão absurdo se pensarmos de quem estamos falando e do quanto ele está quebrado financeiramente. Sua ‘morte’ não teria a finalidade de isentar’se das dívidas – estimadas entre US$ 400 mi e 1 bi – mas sim de ganhar o suficiente para quitá-las.

E se o velório acontecer antes do show, botem lá no caixão de bronze maciço recoberto em ouro 14k um boneco de cera, realista e digno de uma exposição como a ‘Corpos Pintados’ [2005]- até porque essa possiblidade deve ter sido cogitada pensando na segurança do corpo daquele que quer ser visto pela última vez por pelo menos 1.600.000 pessoas  – número de cadastrados para o sorteio de 8.750 pares de ingressos para a cerimônia no Staples Center, em LA, Califórnia. Até show do Stevie Wonder vai rolar, minha gente!

Sei que muitos blogueiros já falaram sobre 2009-07-05 MJ2este assunto e demais teorias conspiratórias sem nenhum fundamento. Sei também que exagerei na fantasia, mas reforço a idéia de que a morte é ótima para os negócios!

Michael Jackson já era detentor do título de álbum mais vendido da história com as mais de 100 milhões de cópias de Thriller, sem contar os outros discos – mais de uma dezena, ou mais de duas se contarmos as coletâneas – que, se somados ao hit de 1982 ultrapassam 300 milhões fácil, fácil.

Agora que foi treinar seu Moonwalk nas nuvens então… As lojas já fazem pedidos estratosféricos, as gravadoras estão produzindo ao máximo, e já preparam as reedições especiais e novas coletâneas.

Outra ponto que me despertou interesse em torno da morte de Michael foi o modo como os veiculos de comunicação brasileiros trataram do tema. Mas isso fica pra outro post, uma outra hora…

¹Marketing Post Morten

Written by Guilherme Ribeiro

05/07/2009 at 22:47

Publicado em _impressão

Tagged with , ,