Guilherme Ribeiro

Not just another WordPress.com weblog

Posts Tagged ‘dogwalker

Você já alugou uma pessoa?

with 5 comments

Prática vem crescendo e se diversificando, e sua presença no dia-a-dia é mais comum do que se imagina.

A princípio, a idéia de alugar alguém pode soar um tanto quanto estranha, mas basta pensar um pouco em sua rotina e daqueles que estão à sua volta para perceber que a tendência à prestação de serviços chegou de vez, e conquista cada vez mais espaço na vida do sujeito moderno.

2009-07-06 Alugue - dogwalker

À primeira vista, qualquer um pode considerar uma faxineira, babá ou cozinheira uma pessoa “alugada” – de fato elas o são -, mas numa outra escala, como empregados de fato, assim como jardineiros, motoristas, etc… Mas e em dogwalker, você já ouviu falar?

Com o ritmo de vida cada vez mais acelerado, é nítido que a carreira, a família e o lazer se chocam e se desdobram tentando em vão  chegar a um consenso, e é claro que as atividades “menos importantes” sofrerão as maiores consequências: passear com seu cão, por exemplo.

Pessoas que definitivamente não tem disponibilidade de tempo, disposição ou mesmo paciência de passear com seus cães não precisam mais abrir mão de ter um companheiro. É isso que os dogwalkers fazem: passeiam com seu cão por você. Por um preço que varia de 15 a 30 reais – dependendo da empresa, dias da semana, contratação de pacotes inteiros, etc… – é possível fazer com que seu cão caminhe por um período de uma a uma hora e meia, se exercite e reduza consideravelmente os níveis de estresse sem aumentar o seu.

2009-07-06 Alugue - marido

E um marido de aluguel?

Indicado a princípio para mulheres que moram sozinhas, o marido de aluguel é vítima fácil da incompreensão quanto a finalidade dos seus serviços. Ele serve basicamente para fazer os serviços básicos que toda residência demanda – e que os maridos de antigamente faziam – como consertar tomadas, trocar chuveiros, desentupir canos e sifões, trocar torneiras, etc… O sistema de cobrança pelos serviços prestados se dé de duas formas: por valor pré-fixado, variando de 10 a 50 reais – “melhorar a imagem da TV” e “instalar ventilador de teto”, respectivamente – ou por hora, executando todos os pequenos serviços e reparos de que sua residência carece – desejando aí que o “maridão” trabalhe no modo fast as you can.

Outro tipo de profissional que pode ser alugado é o personal dancer. Com preços que variam de 50 a 100 reais por período – a noite toda -, estes profissionais, geralmente professores de dança contratados pelas próprias alunas ou através de anúncios em classificados online, tem feito a alegria das elegantes senhoras que não se permitem entrar desacompanhadas – nem ficar paradas – nos agitados bailes e jantares dançantes promovidos para o público da terceira idade. Os personal dancers contam que é comum as clientes se deixarem envolver por todo aquele clima de sedução e encanto propícios da dança e confundirem as coisas, mas que via de regra elas sabem separar as coisas e encaram o parceiro como um prestador de serviço de fato.

Uma prática conhecida mas não tão comum no Brasil é o aluguel de barriga. Dois fatores principais que caracterizam a relativamente baixa procura por este tipo de aluguel devem-se ao seu alto custo e à falta de legislação específica para estes casos. Os valores médios para se ‘alugar’ uma barriga variam entre 50 e 500 mil reais, dependendo do tipo físico, idade, predisposição genética, QI, etc., não inclusos nesta quantia os valores rslativos aos procedimentos médicos: fertilização in vitro, acompanhamento obstetrício, parto…

2009-07-06 Alugue - stylist

A prestação de serviços do consultor de imagem ou personal stylist é mais uma vertentes dessa nova tendência à locação de pessoas. Este profissional tem a função de orientar pessoas que nada entendem ou que querem dar aquela requintada em seu modo de se vestir, se comportar e se apresentar. Geralmente cobra-se um valor pré-determinado por um dia inteiro de ida às compras, com orientações quanto ao que comprar, cores, combinações, etc.

Pensando no assunto percebi que uma infinidade de outros profissionais das mais diversas áreas podem ser ‘alugados’: personal trainers, home care, garotas de programa, modelos, fotógrafos, viúvas carpideiras, guarda-costas, motorista pós-balada…

Mas confesso que nem um dos ‘alugáveis’ me chamou tanto a atenção quanto os amigos de aluguel. Com a proposta de oferecer um serviço que oscila entre a companhia sem conotação sexual e a amizade sem laços profundos – ou seja, nada! – um grupo de amigos lançou-se na idéia de alugar seu tempo livre para servir de amigos descolados para quem tem uma dificuldade a mais na hora de encontrar gente interessante e bonita para curtir uma noitada, um show, uma viagem e até um simples bate-papo! O preço para ter a companhia dos Amigos de Aluguel varia entre 50 e 200 reais POR HORA – dependendo do programa escolhido e de sua localização -, e os gastos extras, é claro, são por conta do “locador” dos amigos.

Em opiniões, dividem-se entre o triste e o prático em quase todos os casos de pessoas disponíveis para locação. A praticidade e até necessidade de algusn dos serviços citados representam uma mudança no padrão – não somente social como cultural – da sociedade. Mas é nítido ver que estes profissionais, ou a maior parte deles, não oferece apenas um serviço ou disponibiliza seu tempo, oferece companhia, um nível de intimidade, sabe-se lá por que razão e com qual finalidade, mas talvez refletindo uma outra face, mais obscura da tendência atual e preocupante que diz respeito às expectativas e anseios da população moderna. A necessidade, por exemplo, de se alugar amigos não soa preocupante a mais ninguém? Confesso que ainda não acredito com todas as letras que a proposta destes jovens seja de fato séria. Parece uma brincadeira de mau gosto aliada a um tremendo descaso com a inteligência das pessoas.

Mas que culpa eles tem?

Há mercado para os serviços que eles prestam, não é mesmo?

Anúncios

Written by Guilherme Ribeiro

06/07/2009 at 21:55